Útil para viajar
Como reduzir os efeitos do jet lag
Viajar para outro continente é uma aventura inesquecível, mas depois dos voos de longa duração chega o inevitável jet lag - a descompensação causada pela mudança de fuso horário, que pode causar cansaço, dores de cabeça, mal-estar, insónias e até náuseas. Pode não ser possível anular os seus efeitos, mas existem truques para os atenuar. Conheça os nossos conselhos e aproveite ao máximo a sua viagem!
Antes da viagem

Adapte-se previamente aos horários
Uns dias antes da viagem, se tiver possibilidade, ajuste a sua rotina para se habituar ao horário do destino. Se viajar para ocidente, adie a hora de dormir e de acordar. Se viajar para oriente, deite-se e acorde o mais cedo que conseguir. Isto implica também alterar os horários das refeições.
Durante a viagem

Ajuste o relógio
Assim que entrar no avião ajuste o relógio para o horário de destino. Desta forma poderá habituar-se ao novo fuso horário e reduzir o impacto da mudança.

Para Ocidente, mantenha-se acordado
Se viajar para o ocidente, tente manter-se acordado. Movimente-se e recorra a alimentos ricos em proteína e a bebidas não alcoólicas.

Para Oriente, tente adormecer
Se viajar para o oriente, tente dormir durante o voo. Leve roupa confortável, uma máscara para dormir, uma almofada, tampões de ouvidos, um livro e músicas relaxantes. Também pode levar uma saqueta de chá natural. Não recorra a comprimidos a não ser que lhe sejam receitados pelo seu médico. Se optar por tomar, faça alongamentos antes e depois do sono para evitar uma trombose intravenosa, evite bebidas alcoólicas e mantenha-se bem hidratado.

Opte por refeições leves
Antes de embarcar no avião e durante o voo, tentar fazer refeições leves para ajudar o corpo a adaptar-se mais facilmente aos horários das refeições no destino. A comida pesada dificulta esse processo.
 
Mantenha-se hidratado
Além de reduzir os efeitos do jet lag, a hidratação protege do ar seco dos aviões. Peça água no voo sempre que sentir necessidade ou leve uma garrafa consigo. Evite o café e bebidas alcoólicas, pois são bebidas desidratantes. 
 
Mexa-se no avião
Para melhorar a circulação sanguínea e maximizar o conforto, é muito importante movimentar as pernas durante o voo. Deve tentar esticar-se no seu lugar e levantar-se algumas vezes para andar e fazer algum exercício. 
 
Aproveite as escalas
Fazer uma paragem a meio do voo pode ajudá-lo na adaptação aos horários de destino, pois a mudança não é tão repentina. Se for possível, passe um ou dois dias no local de ligação dos voos.

Na chegada ao destino

Exponha-se à luz natural
O nosso ritmo circadiano é regulado pela luz. Durante o dia sentimos que temos que estar acordados e à noite que temos de dormir. Por isso, se chegar ao destino de dia, vá para um espaço ao ar livre e deite-se apenas após o por do sol. Se chegar durante a madrugada e ainda for noite, tente acordar o mais cedo possível para ficar desde logo exposto à luz.

Espere pela primeira refeição
Além da luz, o nosso ritmo circadiano também se guia pelas refeições. Pode chegar ao destino de manhã e sentir que ainda é hora de jantar. Para isso é preciso "reiniciar" o ciclo do organismo, e o truque é manter-se algumas horas sem comer para acertar com a primeira refeição no destino. Por exemplo, deve esperar pelas 8h para tomar o pequeno-almoço ou pelas 20h para jantar, para o corpo começar a habituar-se aos novos horários. Mas atenção: não fique mais de 12 horas em jejum!

Vá mais cedo para o seu destino
Especialmente se viajar em negócios, tiver uma reunião ou evento importante, tente chegar ao destino alguns dias antes, para se adaptar à nova rotina. Dessa forma evitará os efeitos do jet lag durante esse evento.