Praias e Natureza
São Miguel: Roteiro Gastronómico
Chamam-lhe a “Ilha Verde”, e com razão. São Miguel bem podia passar por uma Suíça atlântica, não só pelo belíssimo verde-esmeralda que a cobre em todas as direções como também pelos rebanhos de vaquinhas brancas e pretas que pontilham os seus prados. Famosa pela sua beleza natural, esta ilha é também um paraíso para amantes da boa mesa. Venha daí conhecer os pratos a não perder!
O famoso cozido das Furnas

A atividade vulcânica da maior e mais povoada das ilhas do arquipélago dos Açores é responsável pelo seu prato mais famoso: o cozido das Furnas. Panelas repletas de vários tipos de carne e vegetais são colocadas dentro de sacos e enterradas no solo geotérmico. Cinco ou seis horas depois está pronto o acepipe, que é depois içado com uma corda e transportado até ao seu prato! Dizem os fãs que vale bem a pena suportar o intenso cheiro a enxofre para se deliciar com este banquete.

Na lindíssima zona das Furnas não faltam restaurantes a servi-lo, mas recomendamos que reserve a sua mesa com antecedência.
Peixe sempre fresco
 
Do oceano Atlântico chega a outra delícia da ilha: o seu maravilhoso peixe. A frescura e paladar justificam que seja consumido simplesmente grelhado. Aproveite para provar algumas espécies que dificilmente encontra no continente (e nunca tão frescas): o peixe-porco, o lírio, o peixe-galo, o alfonsim, o boca negra ou a veja. E enquanto espera que o dito salte da grelha aventure-se nas entradas típicas: as lapas grelhadas (com queijo fresco e pimenta-da-terra, um tempero que também vai encontrar nas conservas e outros pratos) e as cracas cozidas em água do mar. Para acompanhar, pelo seu toque mineral e refrescante, um copo de vinho da ilha do Pico é o parceiro perfeito. Para desfrutar do melhor do mar com uma vista à altura, nada como o Caloura Bar, logo a seguir à povoação da Lagoa.
Carne e laticínios
 
Como não podia deixar de ser, os laticínios e a carne têm um lugar central na culinária nos Açores. É certo que o queijo mais famoso é o da ilha de São Jorge, mas caso a sua visita não lhe permita lá dar um salto, não se preocupe: o Rei dos Queijos, no Mercado de Ponta Delgada, oferece delícias dos quatro cantos dos Açores e também chocolate açoriano, deliciosos rebuçados de ananás e maracujá, os típicos licores de leite ou tangerina e, claro, chá local. Para degustar a elogiadíssima carne da ilha as opções são muitas, mas entre as que reúnem consenso encontram-se o restaurante da Associação Agrícola de São Miguel, em Rabo de Peixe, para o clássico bife, e a Tasca, em Ponta Delgada, para quem prefira uma refeição à base de muitos e deliciosos petiscos.
Iguarias locais

Para os vegetarianos, as refeições em São Miguel podem apresentar um desafio extra que é sempre superado com uma visita ao restaurante Rotas da Ilha Verde: elogiado pela sua culinária mas também pelo simpático atendimento.

Também no capítulo "doces e sobremesas" São Miguel não desilude: além das delícias confecionadas com o ananás e maracujá insulares (prove também o refrigerante Kima), há ainda um mundo de biscoitos tradicionais, as queijadas de Campo Franco ou os bolos lêvedos das Furnas para provar (um excelente lanche depois de um mergulho na piscina de água quente do Parque Terra Nostra).

As plantações mais famosas da ilha são as de ananás, na zona de Fajã de Baixo, e as de chá, na zona da Ribeira Grande (Porto Formoso e Gorreana). Pode visitar qualquer uma para saber mais sobre o processo de produção destes produtos locais e no final adquirir uma deliciosa lembrança!

Será que lhe abrimos o apetite para uma visita a esta extraordinária ilha?